1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

ENEM 2018 – Expectativas, Inscrições e Documentos

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sempre são realizadas por meio do site http://enem.inep.gov.br/. Na última edição do Enem o processo seletivo começou no dia 20 de maio, às 23h59. A data de inscrição para o Enem 2018 ainda não foi divulgada, no entanto, o candidato deve ficar atento, porque o calendário sofre pequenas alterações, indicando que o Enem deve começar a receber inscrições no final de maio.

Documentos Necessários para fazer a Inscrição no Enem 2018

Para realizar a sua inscrição no Enem 2018 é necessário que você tenha em mãos o RG e o CPF. Sendo assim, as pessoas que tem menos de 18 anos e que ainda não tiverem os documentos precisarão providenciá-los para poder fazer a sua inscrição no Enem 2018.

Durante o processo de inscrição é obrigatório que a pessoa informa um endereço de e-mail e um número de celular para contato. Também é necessário escolher no ato da inscrição a cidade sonde vai fazer a prova do Enem e se quer fazer o teste estrangeiro em inglês ou espanhol.

Taxa de inscrição Enem 2018

Por muitos anos a taxa de inscrição do Enem não sofreu alterações, mas em 2015 e 2016 o valor foi reajustado de modo seguido. A taxa de inscrição custou R$ 68 em 2016 (R$ 5 a mais que na edição do exame no em 2015).

A taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio em 2016 pode ser pago em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência de Correios. Isso deve acontecer novamente na edição 2017 e na 2018. Antigamente a taxa do Enem só podia ser paga por meio de uma guia no Banco do Brasil.

Isenção no Enem 2018

As pessoas que querem pedir isenção na prova do Enem precisam concluir o ensino médio no ano de 2018 e estar matriculado na rede pública de educação. Já os estudantes que são de famílias de baixa renda, mas que não vão finalizar o Ensino Médio em 2018 (geralmente já terminaram o Ensino Médio e não tiveram como fazer o Enem) e que foram concluintes de escola pública, poderão declarar carência para conseguir a isenção no teste do Enem 2018. Durante o processo de inscrição, o sistema vai avisar se o pedido foi de isenção foi aceito.

Lembramos que desde 2016 os estudantes que conseguiram ter aceito  o pedido de isenção e que não comparecer à prova, sem justificar a ausência, vão perder o direito de não pagar a inscrição.

Enem 2018

Enem 2018

Prova do Enem 2018

Geralmente as provas do Exame Nacional do Ensino Médio acontecem em novembro. Em 2016 os testes foram aplicados nos dias 5 e 6 de novembro. Para 2018 ainda não tem data certa, mas não deve fugir muito disso.

No primeiro dia de prova do Enem, sábado, o candidato tem 4 horas e 30 minutos para responder questões de Ciências Humanas e de Ciências da Natureza. No domingo, segundo e último dia de teste do Enem o candidato sempre tem 5 horas e 30 minutos para responder as perguntas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e redação.

Os portões do Enem sempre são abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio sempre começam às 13h30 e a organização dos testes pede para que o candidato chegue no local de prova com pelo menos 1h de antecedência.

Gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio 2018

Os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio das questões objetivas sempre são divulgados pelo Inep uns 3 dias depois da realização da prova. Já os resultados oficiais, com a pontuação e nota da redação demoram mais para sair, sendo que geralmente saem em janeiro do ano seguinte, dias antes da inscrição do Programa Universidade Para Todos (Prouni).

Atendimento especializado Enem 2018

Os estudantes que necessitam ter um atendimento especializado no Exame Nacional do Ensino Médio, que tenham problemas como: baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, auditiva e intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou outras condições especiais. Precisam apontar que terão que contar com ajuda ou alguma adaptação na sala.

Também podem fazer o pedido de algum tipo de ajuda ao fazer o Exame Nacional do Ensino Médio as mulheres gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas (aqueles que a religião não permite que faça nada de sábado até que o sol se ponha).

Depois que o processo de inscrição é terminado, por meio da plataforma do Inep na data que será indicada, a pessoa que indicou que passa por um dos casos mencionado acima, vai precisar enviar o documento que comprova sua condição.

Esse documento precisa ter o nome completo da pessoa, o diagnóstico com a descrição do que estimulou esse pedido de atendimento especial e a assinatura de um médico ou profissional especializado, com seu CRM (registro no Conselho Regional de Medicina).

As adaptações que os candidatos podem pedir são: prova em braile ou com letra ampliada (fonte 18, com imagens maiores) ou super-ampliada (fonte 24, com imagens maiores), tradutor-intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), guia-intérprete para pessoas com surdocegueira, auxílio para leitura (inclusive a labial) e transcrição, sala acessível e tempo extra de uma hora em cada dia da prova.

A estudante que for lactante e que precisar amamentar durante a prova vai ter que levar um acompanhante adulto para fazer o exame. Esse acompanhante vai ficar com o bebê em uma sala reservada.

E se a pessoa estiver internada por algum motivo e precisar fazer o Enem ela deve assinalar no ato da inscrição a opção “classe hospitalar”. O Inep vai entrar em contato com o hospital em que a pessoa estiver internada para verificar as condições necessárias para que a prova aplicada nesse ambiente.

Já no caso dos sabatistas é necessário que assinale a opção: “guardador do sábado por convicção religiosa” para que essa pessoa tenha a opção de fazer a prova em outro horário.

Para garantir que nenhuma informação vaze, esse estudantes vão entrar ao local de prova no mesmo horário que os demais concorrentes e aguardarão até as 19 horas para fazer a prova, depois que o sol se por, assim como prega a sua religião.

Nome social no Enem 2018

Em algumas edições do Exame Nacional do Ensino Médio tiveram casos de pessoas que passaram constrangimentos por não ter o nome social adequado ao nome do RG. E teve também quem colocou na inscrição o nome social e como não batia com o nome dos documentos essa pessoa ficou de fora do Enem.

Por isso, travestis e transexuais que optarem por ser chamados pelo nome social precisam informar o pedido ao Inep no ato da inscrição, além de ter que enviar cópia do documento de identificação, com foto recente e formulário preenchido, na data em que o Inep indicar assim que o Enem 2018 tiver data para acontecer.

Para que serve o Exame Nacional do Ensino Médio?

O Exame Nacional do Ensino Médio nasceu com o objetivo de testar o conhecimento dos estudantes que se formaram no Ensino Médio. No entanto, com o tempo, a prova ficou cada vez mais parecida com um vestibular e passou a tomar lugar desse teste de ingresso em muitas universidades públicas e privadas do Brasil.

Fora isso, as notas do Enem podem apontar que a pessoa tem conhecimento suficiente para ter o direito de conquistar o diploma do Ensino Médio. No entanto, para fazer a prova e ter o diploma do Ensino Médio é necessário ter mais que 18 anos.

O Exame Nacional do Ensino Médio também é muito usado pelas pessoas que estão querendo uma vaga no Programa Universidade Para Todos (Prouni), que é um programa do Governo Federal que ajudam com bolsa de 100% ou 50% pessoas que foram bolsistas da rede particular no Ensino Médio (100% de bolsa ) e pessoas que estudaram o Ensino Médio todo em escola pública a terem acesso a uma faculdade.

O Exame Nacional do Ensino Médio também é pré-requisito para a pessoa que quiser uma vaga no Fies e ainda é usado como processo seleção do Ciência sem Fronteiras, que é outro programa federal, mas que nesse caso leva a pessoa a estudar fora do Brasil.

Enem 2018

Enem 2018

Cursos mais visados por quem faz o Enem

Geralmente quem faz o Enem é para conquistar uma vaga na faculdade, seja ela pública ou privada. No caso de quem procura uma vaga em faculdades públicas o programa que ela busca com a nota do Enem é o do Sistema de Seleção Unificadas (Sisu). Já quem está querendo uma vaga em faculdades particulares usa o Prouni.

– Cursos mais procurados do Prouni e a quantidade inscritos no último Prouni:

  • Direito: 268.864
  • Administração: 268.041
  • Pedagogia: 180.020
  • Enfermagem: 165.578
  • Educação física: 160.052
  • Psicologia: 130.372
  • Ciências contábeis: 126.444
  • Fisioterapia: 106.288
  • Engenharia civil: 106.202
  • Serviço social: 83.525

– Cursos mais concorridos no Sisu e suas notas de corte:

Notas de Corte Cursos
800 a 850 Medicina e Engenharia Aeronáutica
751 a 799 Direito, Odontologia, Psicologia, Engenharia Civil, Engenharia de Automação, Engenharia Mecânica, Engenharia de Computação e Engenharia Elétrica.
700 a 750 Arquitetura, Administração, Matemática, Nutrição e Jornalismo
651 a 699 Enfermagem, Educação Física, Farmácia, Serviço Social, Biologia, Ciências Contábeis, Pedagogia e Fonoaudiologia
600 a 651 História, Letras, Geografia, Biblioteconomia, Sociologia e Agronomia
600 Tecnólogos e Licenciaturas com menor procura pelos candidatos